quinta-feira, 28 de março de 2013

Mude sua história e mude sua vida

Existem situações ou momentos em nossa vida onde tudo parece estar estagnado, sem movimento. Dizemos que os caminhos estão fechados... O que ocorre é que em algum aspecto chegamos ao limite daquele personagem, o “eu” da historinha que nos contamos a respeito de nós mesmos. Ficamos presos em alguma frequência específica e mesmo enxergando (o que parece ser) a solução, daquele nível vibratório não conseguimos a energia necessária para nos impulsionar de forma definitiva à mudança. 

Eu passei por muitos momentos assim e achava que já tinha feito de tudo sem conseguir os resultados esperados. Mas um belo dia li uma frase e pareceu que tudo o que eu havia passado de repente se organizou em minha mente. A frase era "Em algum momento você vai ter que parar de se preocupar e de duvidar... tenha fé que as coisas darão certo". Uma frase simples, mas naquele momento percebi que mesmo adotando cada vez uma estratégia diferente para mudar as coisas que eu não gostava em minha vida, esse aspecto nunca tinha realmente mudado: ainda me preocupava e ainda tinha dúvida. Tomar consciência disso me permitiu subir mais um degrauzinho a caminho da minha vitória pessoal. 

As vezes o que almejamos está vibracionalmente muito distante de onde estamos, tentamos muitas coisas para alcançar aquilo mas não nos damos conta que precisamos de uma mudança muito drástica de frequência para conseguir tal coisa. Então uma pequena frase dessas pode nos colocar um degrauzinho acima, permitindo-nos olhar tudo de outro nível, outra vibração, sendo capaz de absorver outros pensamentos e emoções, reformulando nossas antigas crenças e maneiras de interpretar as coisas. 

Percebi então que quando almejamos uma mudança, tentamos levar quem nós somos a conseguir aquilo, o que é extremamente difícil se não impossível. Vou tentar explicar melhor: nós somos Espirito, eternos, poderosos e unos com Deus e tudo o que há. Porém acreditamos que somos estes personagens aqui da Terra, incompletos, medrosos e limitados. Este personagem tem uma história, um passado e uma forma de ver e sentir a vida. Quando temos um sonho, algo que queremos realizar em nossa vida, tentamos da maneira que estamos naquele momento fazer o que for possível para atingir nossos objetivos, mas por causa da diferença vibratória entre o sonho e o personagem fica impossível consegui-lo. 

Então vi que para a verdadeira mudança acontecer temos que ser outra pessoa, um outro Rodrigo, com outra maneira de pensar e agir. Aquele que eu sabia ser em alguns aspectos não estava dando certo. 

Nós somos pura consciência individualizada. Cada um de nós tem uma vibração única e pessoal, uma assinatura energética diferente. Esta vibração é o que vai se densificando e manifesta a nossa realidade na matéria. O ponto crucial neste processo é entender que a nossa realidade é criada primeiro internamente e só então é manifestada na matéria. 

Me aprofundando mais ainda nesta linha de raciocínio, percebi que quando nos perguntamos “quem sou eu” logo nos vem na cabeça nossa história, o que fazemos e como chegamos até aqui. E é exatamente isso que determina nossa vibração pessoal: a história que contamos sobre nossa vida, as opiniões e definições que temos sobre nós mesmos. 

É assim que as pessoas se deprimem ou se tornam vencedoras, tudo depende daquilo que acreditamos ser. Se a pessoa se conta uma história de uma perspectiva vitimista, de como seus pais não souberam educá-lo, lhe dar amor ou bons conselhos, certamente hoje ela sofre consigo mesma, acredita que as coisas não dão certo em sua vida e que tudo é culpa dos outros. Agora se a pessoa entende que tudo o que vivenciou foi escolha dela e que tudo lhe serviu positivamente para lhe agregar experiência de vida, provavelmente sua situação atual é bem diferente. 

Sempre existe uma história em nossa cabeça, é assim que nosso mental funciona. Por causa da ilusão da separação de Deus e do vazio existencial que isso nos causa nosso mental tenta nos proteger sempre procurando dar um sentido para nossa vida, baseando-se em nossas memórias e interpretações emocionais. O deprimido tem uma história, o fracassado tem outra história, o traído ainda outra e os vencedores, lutadores, empreendedores, conquistadores, ricos e famosos também têm cada um a sua. E sabendo que todos somos feitos dos mesmos ingredientes, a única diferença entre uns e outros são as historinhas em suas cabeças. 

Peguem dois irmãos gêmeos por exemplo, onde ambos receberam a mesma educação e a mesma criação. Um faz sucesso e o outro não. Por quê? Por causa de suas historinhas pessoais, como cada um escolheu interpretar a própria vida e as opiniões e definições que têm a respeito de si mesmos. 

Os acontecimentos em nossa vida são neutros e nosso estado de espirito, ou seja, nossa vibração é o que mais influencia em como vamos interpretá-los. Por isso acontece de “o pobre ficar mais pobre e o rico ficar mais rico”. O pobre tem uma vibração e atrai pensamentos pobres, o rico tem outra vibração e atrai pensamentos ricos. Mas não se preocupe, somos todos livres e poderosos, podemos mudar de faixa vibratória a qualquer momento. 

Assim, a Lei da Atração age internamente, atraindo primeiramente as interpretações e pensamentos mais condizentes com a nossa vibração. Por isso quem vive na inconsciência e no piloto automático passa a vida reagindo aos fatos e nunca no comando de si. É preciso estar atento às próprias emoções, pensamentos e percepções que temos a respeito do mundo a nossa volta para poder mudar. 

Ser diferente significa mudar a maneira como se vê o mundo e não há mudança sem uma grande vontade e muito desapego. Desapego de crenças e da identificação com a própria história. Perdoar, libertar-se dos fantasmas do passado e positivá-lo é fundamental. 

Reflitam então sobre a história que estão se contando para justificar seus momentos atuais. Entendam que o que aconteceu ocorreu da maneira que tinha que ocorrer e que foi importante para entenderem exatamente isso. Encontrem aspectos positivos em suas vidas, assim como novas explicações positivas para memórias que os incomodavam. Isso é simples e pode ser feito agora mesmo. 

Positivar totalmente nossas opiniões a respeito do que vivemos, parar de achar que somos vítimas, que sofremos muito, que tudo deu errado e assumir a responsabilidade por tudo o que manifestamos em nossa vida, desde a barriga de nossa mãe. Entender que em todos os momentos tivemos uma escolha de como nos sentir a respeito das coisas e que tudo o que manifestamos na nossa realidade foi por que somos criadores muito bem sucedidos em materializar aquilo que vibramos. Tudo o que vivemos foi importante para chegar onde chegamos com a consciência que temos hoje e fomos nós que escolhemos isso, nosso próprio Eu Superior nos deu este caminho por que somos capazes de trilhá-lo. 

Outra coisa importante, o que nos ensinaram os professores da Lei da Atração? Imaginar o que queremos ser ou ter e sentir aquilo como se já fôssemos ou tivéssemos. Então para cada situação que ocorrer em nossas vidas devemos prestar atenção em como nos sentiríamos habitualmente e então escolher sentir e interpretar aquilo como um vencedor, bem sucedido, iluminado ou da maneira que bem entendermos, mas que isso seja feito conscientemente, não seguindo o impulso de nossos velhos “eus” oriundos de uma triste história. 

Fazendo isso, parando de ter pena de nós mesmos e parando de duvidar, tudo fica muito mais claro e mais fácil em nossa vida. Aí sim, mudança que fizemos acontecer é literalmente radical. 

Passado não existe, só existe o aqui e agora. Eu Sou aqui e agora.
Rodrigo Durante