segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Terapia Multidimensional e Ascensão

Na medida em que avançamos em nosso processo evolutivo, passamos a observar com outros olhos questões que antes nos passavam despercebidas. Uma das mais importantes, senão a principal, é o preenchimento de um vazio existencial que todos sentimos e que em nossa concepção egóica e limitada da vida é o que nos move para frente. 

Vamos percebendo que as antigas formas de preencher este vazio não mais funcionam e que de fato nada conhecido resolveria definitivamente este problema. Nosso trabalho não nos satisfaz, nossos relacionamentos, nossos antigos prazeres, tudo o que conhecíamos e que ainda eram o alvo de nossos planos para o futuro está se tornando cada vez mais supérfluo e irrisório perto do insaciável vazio que sentimos. 

Tudo isso é impulsionado pelo movimento de ascensão de nosso próprio planeta que não permite que fiquemos estacionados em nossa zona de conforto. Aumentando sua vibração, nossa querida Mãe Terra traz à luz tudo o que está acumulado em nossos registros e que não condiz mais com a realidade vibratória atual. 

Por isso às vezes estamos bem e de repente surge uma doença, um prejuízo, uma fobia etc. São os famosos “karmas” ou situações de outras vidas que “despertam” em determinados momentos quando já temos consciência e capacidade para resolvê-los. 

Uma doença, desequilíbrio, desavença, bloqueio, falta, limitação, culpa, mágoa etc são manifestações destas criações ilusórias que antes usávamos para preencher o vazio e que agora temos que limpar. São as “dicas” que nosso Ser nos dá de que algo não está vibrando em harmonia com Ele e, consequentemente, nos mantendo separados de nossa essência. 

A escravizante e infinita busca por satisfações de necessidades efêmeras da vida baseada nos chakras inferiores está chegando ao fim para dar lugar à plenitude e liberdade da vida ascensionada baseada no chakra cardíaco. Nosso objetivo neste exato momento de nossa evolução é nos libertarmos do confinamento causado pelas ilusões do ego e entrarmos em contato com nossa essência, a própria presença Eu Sou. Chegamos ao ponto onde a movimentação horizontal em nossa vida diminui cada vez mais e o sentido obrigatório agora é para cima, a elevação da consciência. 

Ainda que descrito em muitos textos de antigos mestres, muitas pessoas estão buscando elevar a consciência com o intuito de acessar suas memórias e dons do Espírito ou obter qualquer poder sobre a vida na matéria. Assim como qualquer outra, esta é uma vontade de nosso ego, que tenta desesperadamente criar uma realidade “espiritual” convincente para continuar a ser o controlador de nossa realidade. Desejamos acessar este conhecimento e tê-lo sob o controle da mente. Quando nos iluminamos ou ascensionamos o que ocorre é totalmente o contrário, nós entregamos totalmente o controle de nossa realidade a Deus e vivemos, a partir daí, em Unidade. A nossa mente deixa de ser nosso guia e passamos a viver e nos expressar através do nosso coração, que está ligado diretamente com Deus. 

A única forma de conseguirmos isso é limpando e curando camada por camada das criações mentais aprisionantes que cultivamos durante as inúmeras encarnações que tivemos, não só aqui na Terra mas em outros planetas e realidades também. 

A Terapia Multidimensional neste caso nos auxilia na cura e limpeza destas inúmeras camadas ilusórias que inadvertidamente criamos ao longo de nossa jornada. Neste processo percebemos que simplesmente tudo em nossa realidade é uma criação mental gerada por nós mesmos. 

Esta jornada de libertação pode ser muito fácil ou muito difícil, rápida ou demorada, tudo depende do grau de aceitação ou resistência que exerceremos no acolhimento desta nossa nova realidade. Enquanto nos curamos e purificamos nosso canal de ascensão, a receita para entrarmos no fluxo que Deus nos disponibiliza é 100% de confiança e 100% de entrega. 

Novos hábitos, novas energias e novos horizontes já estão disponíveis e abertos para nós. A ilusão do vazio então não mais nos incomodará, uma vez que seremos unos com Deus e tudo o que há.